Como Instalar Detectores de Fumaça em Galpões de Logística? Confira passo a passo!

Como instalar detectores de fumaça em galpões de logística? Quais são os métodos disponíveis para a instalação desse tipo de ferramenta? É benéfico instalar detectores de fumaça nesses espaços ou não? Quanto custa e qual é a importância de um detector de fumaça? Devemos contratar mão de obra especializada?

Os galpões logísticos estão deixando de ser apenas uma opção para as grandes empresas, tornando-se quase que uma necessidade. Afinal, através deles é possível otimizar uma parte de produção que antes não era possível: o armazenamento e depósito de materiais em um local de fácil acesso, com maior organização e segurança.

Assim, cresce o número de empresas que buscam por locatários de galpões logísticos. Porém, não é somente o aluguel de galpão logístico que esses empresários buscam: é necessário que o local ofereça o máximo de segurança possível, tanto contra roubo (segurança vigia 24 horas) quanto contra avarias (seguro do local, detectores de fumaça, etc.).

É por isso que, no conteúdo de hoje, falaremos um pouco mais com você, locatário dono de um galpão logístico, ou até mesmo “inquilino” que chegou ao local e notou a falta desse item de segurança. Portanto, acompanhe-nos até o final do conteúdo e saiba como instalar detectores de fumaça em galpões de logística. Vamos lá!

O que são galpões de logística?

Como mencionado, esses são grandes espaços que estão sendo cada vez mais utilizados por empresas de médio e grande porte. Basicamente, vale mais a pena locar um galpão do que ter o seu próprio, visto que não se sabe o dia de amanhã e a economia brasileira é bem instável, dando motivo para isso.

Dessa forma, um galpão age como um depósito de armazenamento de produtos de uma empresa, com um acesso um pouco distante do centro urbano, facilitando, inclusive, a entrada e saída de caminhões de entrega de produtos, que anteriormente era dificultada por ruas pequenas e trânsito dentro da cidade.

Qual a importância dos detectores de fumaça?

Bem, já sabemos o que são galpões logisticos. Então, chegou a hora de conhecer um pouco mais sobre o centro de nosso conteúdo: os detectores de fumaça. Existem vários tipos que se diferenciam entre si, desde aqueles que detectam apenas a fumaça até os que detectam a presença de calor elevado antes mesmo da fumaça estar presente.

E qual é a importância dos detectores de fumaça? Em suma, quando falamos de incêndio, cada minuto conta com maior importância para que um problema grande seja evitado. Em geral, são os primeiros cinco minutos do incêndio que determinam se o local irá virar uma bola de chamas ou então será apenas afetado por um pequeno estrago.

Esses cinco minutos se diferenciam do resto por um motivo: o conhecimento de quem é dono do local e o contato com as autoridades de segurança locais, no caso, os bombeiros. Portanto, pela lógica, quanto mais rápido você entrar em contato com os bombeiros, mais fácil será apagar as chamas.

Qual a importância dos detectores de fumaça, então? A ferramenta avisa com antecedência de alguns minutos que um problema está acontecendo. Muitas vezes, um problema muito maior pode ser evitado caso o incêndio seja, ao menos, controlado até a chegada dos bombeiros que cuidarão da situação.

Quanto custa um detector de fumaça?

E qual o valor de um detector de fumaça? Depende muito do modelo que você comprar. Como mencionado, existem variados tipos de detectores, desde aqueles que realmente detectam somente a fumaça até os que sentem a mudança brusca de temperatura no local, avisando o ocorrido através de barulho e notificação em aplicativo para smartphone.

Dessa forma, os preços podem variar bastante. Em geral, os preços mais em conta giram em R$50,00 e R$100,00, enquanto os mais caros e mais indicados para locais como os galpões logísticos estão na casa dos R$2.000,00. O mais correto é não comprar apenas um, mas vários, de acordo com seu alcance.

Se um detector de fumaça promete verificar o espaço de 50m², significa que é necessário comprar mais para um galpão logístico de 1.700m², por exemplo. Neste caso, não seria apenas um, mas sim 34 detectores de fumaça (1700/50) que fariam o trabalho de segurança de todo o local.

Como instalar detectores de fumaça em galpões de logística?

E afinal, como instalar detectores de fumaça em galpões de logística? Em suma, basta fixá-lo na parede e conectá-lo ao app e monitoramento, disponível nas principais lojas de apps para Android e iOS. A instalação é simples e pode ser realizada de acordo com o manual que vem com o produto.

Mas, é claro, caso queira garantir maior qualidade de instalação, principalmente no caso de espaços com metragem quadrada muito alta, seria interessante contratar profissionais da área de segurança do trabalho para realizar a instalação da maneira mais correta possível. Até a próxima!

Qual a Importância da Creche na Infância? Confira 3 Pontos Principais!

Qual a importância da creche na infância? Por quais motivos devemos levar nossos filhos para a escolinha desde cedo? É preferível deixar nosso filho com uma babá do que com as professoras da creche? O período em que uma criança é inserida na creche é sempre cheio de dúvidas, sendo algo comum para a fase.

Caso o seu filho tenha idade para ir para creche, então temos uma boa notícia: ele deve ir. A creche, assim como o imaginário infantil, é parte essencial no desenvolvimento cognitivo e social para todos nós, independentemente da idade ou dos receios que os pais possuam.

Muito disso se deve a necessidade do ser humano de interação com outros desconhecidos, normalmente criando vínculos e os tornando conhecidos. Sabe a história do Papai Noel e da Fada do Dente? São essenciais para estimular a imaginação e criatividade das crianças. Como comparação, a creche é essencial para criar um senso de comunidade e sociedade aos mais pequenos.

Neste conteúdo, com a ajuda dos especialistas do Portal Pedagogia ao Pé da Letra, preparamos um conteúdo com uma série de dicas interessantes que podem ajudar você a compreender mais sobre o assunto.

Portanto, caso esteja hesitando em levar seu filho pequeno para a creche, leia conosco e descubra porque tomar a atitude de levá-lo pode ser benéfica, tanto em curto quanto em longo prazo, mesmo que isso seja feito por poucos dias da semana. Acompanhe-nos e descubra qual a importância da creche na infância!

Com quantos anos meu filho pode ir para a creche?

E com quantos anos meu filho pode ir para a creche? Muitas mamães deixam de levar seus filhos às creches públicas e até mesmo privadas por falta de informação. Isso ocorre porque alguns papais e mamães acreditam que seus bebês ainda são muito jovens, e pela falta de idade suficiente, não seriam aceitos na instituição.

Porém, segundo a LDB, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira, anexada em 1996 ao ECA, o Estatuto da Criança e do Adolescente, diz que o Estado deve prover a educação infantil para crianças dos 0 até os 6 anos de idade, conferindo esse período em duas fases distintas: do 0 aos 3 anos na creche e dos 4 aos 6 anos na pré-escola.

  •         Vai levar seu filho para a pré-escola? Entre no site oficial da Loja Kerendo e compre todos os materiais necessários!

Portanto, caso sua dúvida seja sobre a idade mínima para o ingresso na creche, saiba que não existe. Nenhuma creche, ao menos não as públicas, podem negar seu filho de alguns meses ou pouco mais de 1 ano de idade de ser matriculado na instituição. Quanto às creches particulares, essas sim podem possuir suas próprias regras.

Qual a importância da creche na infância?

Bem, agora que já sabemos que é possível levar os pequenos para a creche sem maiores problemas em relação a idade, está na hora de conhecer mais sobre a importância desse ambiente durante a infância. Leia conosco e compreenda alguns dos pontos que separamos abaixo com a ajuda dos especialistas do Portal Pedagogia ao Pé da Letra:

Interação social

O primeiro ponto e de longe o mais importante é a interação social que seu filho terá. É claro que em casos de crianças com autismo esse ponto pode ser mais difícil de lidar, porém ainda sim é necessário, sempre dentro das possibilidades de seu filho. Ser criado somente com adultos e familiares não é algo realmente bom, sendo necessário conhecer indivíduos diferentes e aprender a respeitá-los.

Noção de regras

É claro que para uma criança de 8 meses é muito mais difícil de compreender a imposição de regras do que para uma criança de 3 anos de idade, sendo que para essa última ainda é difícil. Porém, acostumar-se com um espaço que possui regras quanto a “hora de nanar”, a “hora de brincar”, “o local de guardar os brinquedos”, etc., é essencial para a criação da noção de regras.

Rotina diária

Eu, você e todos os nossos leitores possuem uma rotina diária, que pode variar de vez enquanto, mas que na grande maioria dos dias segue um padrão. Criar uma rotina diária ajuda seu filho a compreender melhor sobre como é a vida na segunda infância, adolescência e vida adulta.

Crianças que não possuem esse reforço de rotina costumam ter desempenhos ruins na escola, por uma série de fatores, como os atrasos constantes para os estudos, ir dormir tarde, etc.

Entre vários outros benefícios

Poderíamos ficar aqui dias e dias somente escrevendo sobre os benefícios da creche para o seu filho, mas resolvemos separar somente aqueles que consideramos realmente mais importantes. De forma geral, a ida para a creche fortalece principalmente o desenvolvimento do sistema cognitivo, seguido da psicomotricidade e outros setores da vida do pequeno.

Esperamos ter ajudado você, e caso ainda tenha dúvidas sobre o assunto, comente abaixo que vamos lhe ajudar. Até a próxima!

Curso para concurso do Banco do Brasil

Um curso para concurso do Banco do Brasil pode ajudar você a se destacar entre os concurseiros e, quem sabe, conseguir uma vaga entre os aprovados. Apesar de que a última prova é bem recente, quem tem o sonho de ser concursado do BB pode começar a estudar desde já para um próximo edital. Neste conteúdo, trazemos informações interessantes sobre o curso para concurso do Banco do Brasil. Leia conosco e saiba mais, vamos lá!

O que um curso para concurso do Banco do Brasil aborda?

Antes de você comprar um produto como esses, é interessante que saiba o que um curso para concurso do Banco do Brasil aborda, assim sabe se é o que realmente precisa. É necessário lembrar que existem vários cursos disponíveis na internet, alguns são preparatórios para o concurso inss 2022, o comentado concurso caixa 2022 e até mesmo para o concurso pf 2022, mas alguns são até mesmo gratuitos, sendo que cada um deles segue uma metodologia diferente.

É claro que, em geral, todos seguem o mesmo objetivo: preparar o concurseiro da melhor forma possível para uma prova de um concurso tão desejado como esses. Porém, os diferenciais estão em como as matérias são dispostas, as dicas de estudos semanais, entre outros detalhes.

Geralmente, independentemente do curso para concurso do Banco do Brasil que você escolher, irá abordar matérias sobre conhecimentos gerais, português, matemática aplicada com base em sistema bancário, informática e conhecimentos específicos do meio bancário, como o atendimento ao público ou sobre financiamentos, por exemplo.

Além disso, um curso verdadeiramente bom terá um módulo completo com dicas sobre como você pode proceder com seus estudos: a forma que irá distribuir as matérias, quantas horas são indicadas de estudo por dia, ajuda na criação de um cronograma, entre outros detalhes interessantes.

Vale a pena comprar um curso como esses?

E vale a pena comprar um curso preparatório para um concurso do Banco do Brasil? Caso você esteja se perguntando sobre isso, a resposta é sim. Sempre é bom buscar conhecimento específico, é claro, desde que você compre esse curso de uma empresa com credibilidade no mercado.

Porém, vale ressaltar que o último concurso para o BB foi em 2021, então provavelmente irá demorar alguns anos até que um próximo edital seja aberto.

De qualquer forma, as provas para o Banco do Brasil são referência para outras do setor bancário, então é possível comprar o curso do BB, por exemplo, para se preparar para um possível concurso do Banco do Estado do Rio Grande do Sul, o Banrisul, que provavelmente abrirá edital ainda este ano.

Como estudar sem um curso?

O curso é realmente a melhor opção para quem deseja se preparar de forma completa, porém, nem todos possuem condições de gastar com algo assim. Portanto, é necessário recorrer a outras maneiras de estudo, buscando focar no aprendizado daquilo que realmente é necessário.

E como estudar sem um curso? Nessa situação, o mais indicado é buscar por dicas em vídeos de quem já passou na prova do BB, canais de plataformas de cursos online, além de outros meios digitais gratuitos que permitam que você possa organizar seus estudos. Esperamos ter lhe ajudado com suas dúvidas. Até a próxima!